1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer
Last Update:
General update: 09-12-2017 00:37

Espalhe por ai:

FacebookTwitterYoutubeLinkedin

Lei do Vereador Banha institui serviços de voluntários no Hospital do Estivadores

O Projeto de Lei do Vereador Antonio Carlos Banha Joaquim, que institui o serviço de voluntários no Hospital dos Estivadores, virou lei e foi sancionado pelo Prefeito Paulo Alexandre Barbosa. Trata-se da Lei 3.380 de 05 de setembro de 2017 e foi inclusive publicado no Diário Oficial do Município na quarta-feira (6 de setembro).
A Lei instituiu o serviço em parceria com o Fundo Social de Solidariedade e tem como objetivo estimular e fomentar ações voluntárias de cidadania e envolvimento comunitário. Assim, igualmente, como existe em outros hospitais da Região, o HES poderá ter à disposição um grupo de voluntárias na ajuda e apoio aos enfermos entre outras especificações.
Sem vínculo empregatício, o serviço terá prazo de duração de um ano, prorrogável por igual e sucessivo período, a critério do órgão gestor. O termo de adesão poderá ser rescindido pelas partes a qualquer tempo, mediante prévia e expressa comunicação. O Hospital dos Estivadores terá um prazo de 180 dias para adequar o serviço de voluntariado às normas da recente lei.
Para o Vereador Banha, a iniciativa é de grande valia, pois Santos é conhecida como a terra da caridade e da liberdade e tem exemplos sólidos, nessa modalidade, como as valorosas voluntárias da Santa Casa de Santos conhecidas como “rosinhas” e “amarelinhas”. “Temos também as “verdinhas” na Beneficência Portuguesa e as “tulipas” no Hospital Guilherme Álvaro. São exemplos que devem ser adotados em todos os municípios do País. No Brasil, apenas 2% de sua população pratica o voluntariado. Esse tipo de serviço visa impregnar a misericórdia, a caridade e o amor ao próximo”.