1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer
Last Update:
General update: 17-10-2017 12:30

Espalhe por ai:

FacebookTwitterYoutubeLinkedin

Complexo dos Estivadores tem aprovação de 96% das pacientes

Uma pesquisa independente contratada pela Prefeitura de Santos detectou que 96,1% das pacientes do Complexo Hospitalar dos Estivadores aprovam o serviço oferecido pela unidade. O levantamento foi realizado pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (Ipat), nos dias 22 e 23 de junho, com a entrevista por telefone de 204 mulheres atendidas pela maternidade e pronto socorro obstétrico.

A maioria das entrevistadas são moradoras de Santos (61,1% do total), Cubatão (17,7%), São Vicente (11,3%) e Praia Grande (7,4%). Elas têm, na maior parte, de 16 a 24 anos (42,4%), renda familiar de R$ 1.001,00 a R$ 2.000,00 (44,1%) e ensino médio completo (59,6%). Das entrevistadas, 49,2% estiveram no hospital para parto e 40,4% para atendimento de urgência, e o restante entre consultas e exames.

Na avaliação da recepção da unidade, 79,9% consideram o atendimento 'ótimo', 18,6% 'bom' e 1% 'regular'. Já sobre o atendimento médico oferecido, 73% definem o atendimento prestado como 'ótimo', 19,9% 'bom' e 3,1% 'regular', sendo que 93,5% ficaram satisfeitas com a consulta. Em relação ao atendimento da equipe de enfermagem, o resultado foi de 86,3% de 'ótimo', 10,7% 'bom' e 1,5% 'regular'.

Também foram feitos questionamentos a respeito de exames, por exemplo se a paciente considerou rápido o tempo para a realização, com 93,3% respondendo que 'sim', e sua avaliação deste serviço, o qual 66,7% definiram como 'ótimo' e 29,1% 'bom'. O tempo de espera pelo atendimento do hospital foi elogiado como 'ótimo' para 56,4% das entrevistadas, além de 26% de 'bom' e 10,8% como 'regular'.

Quando perguntadas sobre a limpeza da unidade, apenas 1% considerou como 'ruim', 1% achou 'regular' e 1% não soube opinar, com avaliações positivas de quase a totalidade das pacientes: 81,3% de 'ótimo' e de 15,7% de 'bom'. Houve aprovação ainda da climatização (77% ótimo e 21,5% bom) e da conservação (80,4% ótimo e 19,1% bom) das dependências do hospital.

Estrutura - A unidade conta com 36 leitos de atendimento de alojamento conjunto, cinco salas de pré-parto, parto e pós-parto (PPP) e duas salas cirúrgicas obstétricas. Novo convênio firmado com o Governo do Estado vai repassar ao Município R$ 16 milhões, em seis parcelas, para o custeio da unidade, o que vai permitir a abertura de 12 leitos de clínica médica e 10 de UTI adulto. O complexo também conta atualmente com o repasse mensal de R$ 618 mil do governo federal, além de investimentos próprios do Município.

Maternidade fez 1.100 partos em seis meses

Em operação desde o dia 2 de fevereiro deste ano, o Complexo do Estivadores realizou no período de seis meses (até dia 31 de julho) um total de 1.163 partos e 5.693 atendimentos no Pronto-Atendimento Obstétrico. Entre os partos, 573 foram para gestantes de Santos (49%) e 590 para residentes em outras cidades, sendo a maioria delas de Cubatão (22,8%), São Vicente (16,5%), Praia Grande (6,7%) e Guarujá (3,1%).

O secretário de Saúde, Fábio Ferraz, ressalta que o Instituto Social Hospital Alemão Oswaldo Cruz, que realiza a gestão compartilhada do equipamento com a Prefeitura, tem alcançado as metas previstas no contrato, registrando baixas taxas de reinternação, mortalidade e de infecção hospitalar, além de resultados positivos como o alto número de partos naturais, índice de 60% do total de partos – o maior entre todas maternidades públicas e particulares da Cidade.

No mês de junho, a maternidade do Estivadores também foi a segunda do Município em número de partos, com 199 nascidos vivos, ficando atrás apenas da Casa de Saúde que teve 225. “O complexo está unindo quantidade e qualidade com atendimento de alta performance. Tudo isso garantido dentro do Sistema Único de Saúde”, destaca Ferraz.

Pesquisa Estivadores

Avaliação geral

96,1% aprovamo o serviço

3,4% desaprovam

0,5% não souberam opinar

Quando perguntadas que nota dariam ao hospital:

69,8% nota 10

14,3% nota 9

9,4% nota 8

3,5% nota 7

1,5% nota 5

1% nota 4

0,5% nota 2

Recepção

79,9% ótimo

18,6% bom

1% regular

0,5% ruim

Médicos

73% ótimo

19,9% bom

3,5% péssimo

3,1% regular

0,5% ruim

Enfermagem

86,3% ótimo

10,7% bom

1,5% regular

1,5% péssimo

Exames

66,7% ótimo

29,1% bom

2,5% ruim

1,7% regular

Tempo de Atendimento

56,4% ótimo

26% bom

10,8% regular

3,4% ruim

3,4% péssimo

Limpeza

81,3% ótimo

15,7% bom

1% ruim

1% regular

1% não soube opinar

UPA Central também é bem avaliada

Uma nova pesquisa de opinião foi realizada pelo IPAT para avaliar a UPA Central. É a segunda vez que isto ocorre desde a inauguração em 15 de janeiro – a primeira ocorreu dois meses após o início de funcionamento da unidade. Foram coletadas 601 entrevistas pessoais entre os dias 19, 20 e 21 de junho. Do total de entrevistados, 86,8% aprovam o serviço oferecido e 12,9% desaprovam.

Em relação ao tempo de espera pelo atendimento, os dados se mantiveram estáveis, com 72,3% dos entrevistados o avaliando entre ótimo (14,5%), bom (35,6%) e regular (22,2%). Na pesquisa de março de 2016, este índice era de 71,9%, entre ótimo (11,9%), bom (39,7%) e regular (20,3%).