1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer
Last Update:
General update: 18-05-2022 13:29

Espalhe por ai:

FacebookTwitterYoutubeLinkedin

Furtado quer tornar pão de cará patrimônio cultural de Santos

O vereador Benedito Furtado (PSB) apresentou, nesta semana, um projeto (PL 022/2022que declara o pão de cará como patrimônio cultural e imaterial de Santos.

A ideia surgiu após o parlamentar ver a repercussão gerada nas redes sociais sobre o produto ser apresentado como uma novidade em uma padaria de São Paulo.

“Quem nasceu e vive em Santos se orgulha de falar “tu” de forma singular, de dizer que mora na cidade com o maior jardim praial do mundo, que tem foto na estátua do leão, que já brincou na Fonte do Sapo, que mora no canal 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7, que adora tomar sorvete na Itanhaém, comer um pastel no Carioca, se deliciar com a torta de banana do Sevilha. E todo santista que se preze já comeu um pão de cará”, afirma Furtado.

O pão, inclusive, já se tornou um presente da cidade para paulistanos e demais turistas, inclusive, muitos santistas acabam levando o alimento como forma de presente para parentes distantes de nosso município e até para o exterior.

Toda região têm seus costumes e tradições e a gastronomia é uma das principais receitas para diferenciar estados e municípios como o chimarrão, o acarajé, o queijo de minas e por que não o pão de cará?”, indaga o vereador.

Pernambuco reconheceu, através da Lei Ordinária 13436/2008, o bolo de rolo como patrimônio do estado diante da tradição do alimento.

Apesar do nome, o pão de cará não tem cará em sua composição. Feito com uma mistura de farinha, açúcar, margarina, fermento, água e outros ingredientes, ele não tem o mesmo sabor que o pão de leite, tornando-se exclusivamente uma receita santista.

O portal santista “juicysantos” foi atrás da nomenclatura pão de cará e descobriu duas teorias conversando com historiadores, proprietários de panificadoras, nutricionistas e demais profissionais envolvidos com o produto.

De acordo com a teoria contada nas padarias, o cará, vegetal parecido com o inhame, parou de ser incluído na receita há cerca de trinta anos, em razão da produção demandar muito tempo, resultando em perda de lucro. Já para alguns historiadores e nutricionistas, não há sequer registro da presença do cará e a tese mais aceitável é de que o formato da casquinha do pão tenha a mesma aparência que o vegetal, por isso a famosa nomenclatura.